Dor muscular

capa

É difícil encontrar alguém que não sofreu com dores musculares pelo menos uma vez na vida. As causas mais comuns são: esforço excessivo provocado por sobrecarga além da capacidade usual do indivíduo, seja em treinos esportivos ou nas rotinas diárias, sedentarismo, alterações posturais, estresse, movimentos repetitivos, situações de carregamento/levantamento manual peso, trabalho sentado, condições inadequadas de ergonomia, ausência de alternância de postura na rotina de trabalho podem contribuir para o surgimento das dores musculares.

Você tem ou já teve alguns dos sinais ou sintomas abaixo?

  • Dor e desconforto, localizada ou no trajeto do músculo;
  • Presença de uma parte do músculo mais dolorida e dura, semelhante a uma bolinha ou caroço: Nódulos de tensão.
  • Dificuldade em esticar o músculo afetado devido a dor;
  • Dificuldade em movimentar a articulação ou dificuldade de realizar o movimento funcional.

Medidas de prevenção para empresas

Atentas a essa realidade, muitas empresas têm se preocupado com a saúde de seus colaboradores e implementado projetos para supervisionar e intervir, quando necessário, sobre o estresse coletivo no ambiente de trabalho, orientação de práticas de exercícios de alongamento durante a jornada de trabalho, orientações com o mobiliário, massagens,  são ações que contribuem para redução das dores musculares nos colaboradores.

Não faça parte desta estatística!

Segundo dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, em 2019, quase 39 mil trabalhadores foram afastados do trabalho devido a LER/DORT esse tipo de adoecimento pode levar a perda de funcionalidade e dificuldade de movimentos, trazendo impactos para a vida profissional e pessoal do trabalhador.

Reflexão: Se dor muscular é tão comum, qual ação de saúde sua empresa promoveu para os colaboradores nos últimos 12 meses?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *